sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Tudo começa com um pensamento!


Vamos refletir um pouco sobre nosso mundo mental?

Pense por um momento. Tudo começa com um pensamento. A cadeira que você está sentado começou com um pensamento. Seu carro começou com um pensamento. Seu almoço de hoje vai começar com um pensamento. Tudo que existe hoje primeiro foi um pensamento.


O pensamento é uma tremenda força criativa. O pensamento não só tem força, ele É A força criativa. E estamos sempre pensando. Não existe um único segundo em nossas vidas em que não estejamos pensando. Mesmo quando estamos dormindo ou estamos inconscientes, continuamos pensando.
Alguns pensamentos tomam corpo, se manifestam no mundo físico. Outros ficam uma eternidade no mundo mental. Nossos pensamentos são livres, não existem limites no mundo mental. Somos livres para pensar tudo que queremos ou formos capazes imaginar.

Se somos livres para pensar tudo que queremos, também somos livres para *escolher em que* vamos pensar.
Estamos criando nosso mundo neste exato momento. O mundo é exatamente aquilo que você pensa que é. Portanto, quando começamos a escolher os pensamentos que vamos pensar, começamos a ter maior controle sobre nosso mundo.

O pensamento é a força e o princípio que coloca todos os outros princípios em ação. Nada acontece sem que haja um pensamento por trás.
Todos os nossos aborrecimentos, problemas, situações difíceis e de dor são criados por nós - foram colocados em nosso mundo por nós, seguindo os modelos de nossa própria criação. Podemos - como sempre fazemos - encontrar um culpado lá fora para nossas misérias. Isto é outra criação mental que vai existir e persistir enquanto a sustentamos.

Podemos criar nosso mundo da forma que queremos. E exercemos este nosso poder com maestria. Basta olhar para seu mundo, para sua vida e saberá tudo que andou criando para si.
Podemos pensar que nosso mundo é perfeito do jeito que queremos que seja. E será isto que vamos experimentar. Podemos nos imaginar seguros, confiantes, com uma vida cheia de sucessos e alguns desafios estimulantes, vivendo confortavelmente, comprando uma nova casa, um novo carro, nos sentindo em paz, tendo bons amigos, enfim podemos imaginar tudo queremos, não existem limites. Podemos escolher a vida que queremos viver.

Bom, entre imaginar e realmente viver o que imagina existe uma distância, você deve estar pensando. Existe sim, mas é menor do que a distância que *você pensa*. Esta é a diferença entre as pessoas de sucesso que conseguem tudo que querem e as pessoas que nunca conseguem nada do querem. As primeiras pensam que a distância entre o pensar e o realizar é a de um simples piscar de olhos. As últimas acreditam que precisam de anos de luta árdua para conseguir realizar um pouco do querem de bom para suas vidas, SE conseguirem.
As primeiras, no instante que têm um pensamento começam a acreditar no pensam e agem como se já houvessem realizado o que pensam. As últimas não acreditam no que pensam, portanto negam seu poder criador.
Pensamento é energia. A energia vibra em vários níveis de intensidade e freqüência. O pensamento vibra numa freqüência muito mais alta que a energia que vemos "materializada" numa cadeira, isto é, no mundo tri-dimensional. Para "manifestarmos" nossos pensamentos precisamos
retê-los na mente até que se manifestem. Ao "segurar" um pensamento na mente baixamos a freqüência dele e ele se manifesta em nosso mundo - e não se esqueça que seu corpo está em seu mundo.
Então, temos já duas chaves importantes: o pensamento É a força criadora que está criando meu mundo do jeito que é ele agora, e crio meu mundo com aqueles pensamentos que "seguro" em minha mente.
Todo pensamento que "seguro" na mente é porque acredito nele, lógico. E se acredito, ajo de acordo com ele. Em outras palavras, ajo como se o pensamento fosse verdade e moldo meu mundo em torno dessa minha crença.
Quando "seguramos" um pensamento, concentramos nossa energia nele.

Grande parte das vezes, entretanto, enviamos pensamentos para todos os lados sem nos concentrar em nenhum. Estes nunca se materializam e podem atrapalhar os pensamentos criadores se forem contrários a eles.
Entretanto, às vezes trabalhamos duro num projeto - seja ele profissional ou social - e, embora tenhamos dedicado muito de nossa energia, os resultados não são aqueles que queríamos.
Esse fato parece negar tudo que já refletimos juntos até agora. Se fosse só isso, bastaria reconhecer que estamos errados e pronto!

Acontece que outras pessoas também concluíram o que vimos até agora.
Buda disse: "Tudo que somos é resultado de nossos pensamentos; com nossos pensamentos criamos nosso mundo." E usando outras palavras Jesus disse o mesmo. Dalai Lama também diz isso. Deepak Chopra também. Os filósofos da antiguidade chegaram a esta mesma conclusão. Os xamãs também. Os grandes reformadores do pensamento - todos - afirmam exatamente isso: O mundo é o que você pensa que é. Em outras palavras, você está onde se colocou.

E agora? Por que então minha vida - meu mundo - está repleta de doenças, carências, medos, doenças, dores, tragédias, aflições, problemas, culpas, solidão, desajustes, ansiedades, invejas, agressões, inimigos por toda parte, frustrações, tensões, descontrole, obsessões, miséria, falsidades, tormentos, pessoas más, confusões, mal entendidos, situações embaraçosas, 'calotes', tristeza, depressão, impotência, vergonha, perdas, nossa!
Minha lista é interminável. E a sua lista? Como está seu mundo? Onde você se colocou?

Este é um convite para a reflexão. Nós, enquanto terapeutas de outros e de nós mesmo, precisamos esclarecer certas coisas em nossas mentes antes de iniciar a terapia. Será que Buda e Jesus estavam assim tão equivocados? Será? Se você está em dúvida é porque existe uma grande possibilidade de, ou estarmos diante do maior reformador da história, ou de você estar muito equivocado.

O que - em nós - nos afasta de uma vida realmente fácil, muito gostosa de ser vivida, sem doenças, sem preocupações, sem tristezas, culpa, ressentimentos, carências ou mágoas, e repleta de sucessos em todas as áreas?

O que você PENSA a respeito? Como você PENSA? Em que tipo de coisas está esbanjando sua energia mental, seu poder criador?

Fonte: Portal CMC, por Claudia Giovan,






Um comentário:

  1. Oi, Augusto!

    O pensamento é tão visceralmente importante que Descartes, estando confuso sobre sua própria existência, argumentando até se seria ele obra de um deus enganador ou teria ele imaginações de louco, só concluiu suas ideias ao se deter nessa verdade intransmutável: 'Penso, logo existo'.
    Nada acontece, se não houver pensamento.
    Não creio que Jesus e Buda estivessem errados em suas metas ideológicas; o problema é que ninguém (ou quase) acompanhou-lhes a linah de pensamento...
    Grandes demais para suas épocas( como até hoje os são), esses dois dos maiors mestres da Humanidade permitiram, deram liberdade para o livre pensar dos outros, embora o arbítrio dessa liberdade não tenha (ainda) dados os frutos que deveriam nascer, como amor, fraternidade, etc.
    Sobre suas várias perguntas, a mais relevante das respostas que eu poderia te fornecer, ao meu ver, é que procuro envidar meus pensamentos para o bem, ainda que erre e 'peque' muitas vezes.
    As tentativas da mente em focar em positivismo, deve, a longo ou curto prazo, render em algo de bom no final, portanto, todo projeto, seja financeiro, espiritual, social, deve ter o princípio do bem.
    O egoísmo e a desunião dos seres não devem pertencer a nenhum pensamento que, apesar de solto, pertencente a cada um de nós, faz parte de um contexto maior, que não nos cabe argumentar, nem interferir...

    Um abraço!

    Excelente post!!!!

    Mary:)

    ResponderExcluir