sábado, 2 de julho de 2011

O que são problemas?



Problema é aquilo que consideramos difícil de resolver. Quando somos ignorantes em determinado assunto acreditamos que esse assunto é um obstáculo em nossa vida. Os inteligentes vão buscar informação para resolver o problema e pronto! Os mais folgados pedem para outro resolver e a vítima fica lamentando o problema e culpando os outros e o mundo.

Qual será a maneira mais prática de resolvê-los?



A metafísica busca respostas verdadeiras que, geralmente estão muito claras e ao seu alcance sempre. Se apareceu a carga é porque você tem condição de (aposto que você responderia carregá-la) ser inteligente em abri-la, ver o que interessa para você e pegar somente o que lhe serve de lição.

Você precisa ser eficaz e não dramatizar as situações. Você sabe a diferença entre eficiência e eficácia? Eficiente é o gerente do banco que vê uma fila imensa no caixa e abre outro para amenizar a fila e eficaz é o gerente que nem deixa formar a fila. Pois é, está na hora de você resolver o seu problema com eficácia e sem drama.

Todo problema é um desafio que, apareceu no momento certo para sua evolução. Se você fica adiando, tapando o sol com a peneira e fingindo não ser com você, o problema se agrava até que vira uma tragédia. Deus ou o universo não sabe mais como chamar a sua atenção para aquele aprendizado, mas você se recusa a aprender. E aí você fala: - Parece que veio tudo de uma vez...

Vou citar alguns exemplos de associações metafísicas para que você comece aprender a ser seu próprio terapeuta e vá em busca de informações para resolver seus desafios. Esses desafios são geralmente crônicos e repetitivos, por isso, quando você entende e conscientiza, eles desaparecem, sabe por quê? A lição já foi aprendida, não precisa mais passar por isso.

· Multa de trânsito: pessoa que se culpa, se julga e se pune o tempo inteiro.
· Micose de unha: crenças enraizadas, pensamentos contínuos.
· Crise financeira: desvalorização dos potenciais.
· Reumatismo: medo de ser flexível e os outros aproveitarem de você.
· Dor no pescoço: conflito entre a razão e a emoção.

Esses exemplos mostram somente que o resultado da sua vida externa é exatamente o que você acredita internamente. Sua vida externa é o reflexo do que você acredita. Portanto, é melhor crer para ver e crescer, do que esperar alguém provar que você pode, para daí você acreditar em você mesmo.

Comece hoje o trabalho de busca de entendimento e supere seus desafios com inteligência e muita sensibilidade. 

Fonte: Somos todos um, Simone Arrojo


Nenhum comentário:

Postar um comentário