terça-feira, 29 de novembro de 2011

O espiritismo e a "Transição Planetária".


Neste momento de mudanças em todo mundo é sempre bom estarmos informados. O Blog Fonte de Energia mostra neste post a visão do espiritismo para a transição planetária. Temos certeza que a informação é a única forma de atravessarmos esta fase de mudanças. Estamos cumprindo nosso dever de orientar o ser humano e conduzi-lo para o caminho certo, onde o amor é a lei maior.


E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?

Tanto o capítulo 24 do Evangelho segundo Mateus, quanto o capítulo 13 do Evangelho segundo Marcos, abordam o chamado fim do mundo. Se estudarmos esses capítulos com atenção, veremos que eles trazem várias previsões que Jesus faz a respeito da Grande Transição pela qual o planeta Terra esta passando, e estamos vendo acontecer em nossos dias.
Várias profecias têm sido divulgadas abordando o tema do final do planeta. A que está em voga atualmente é a profecia maia que traz uma suposta revelação para o fim do mundo em dezembro de 2012.
Contudo, será realmente o fim do mundo físico que estamos presenciando? Não! Os fatos que vivenciamos na atualidade é aquilo que a Doutrina Espírita nos explica desde a segunda metade do século XIX, nas chamadas obras básicas do Espiritismo, escritas por Allan Kardec, e que os Benfeitores espirituais, como a Mentora Joanna de Ângelis, atualmente, tem chamado a Grande Transição.
O que é essa Grande Transição? É a transformação do planeta Terra de mundo de expiações e provas, onde o mal impera, em mundo de regeneração onde há predominância do Bem. Portanto, o fim a que se refere o versículo acima citado não é o fim do planeta, mas o fim de uma era, a era na qual o mal predominava na Terra.

Como todo momento de transição há um tumulto previsto pelo próprio Cristo, relatado por Mateus  – “Porque haverá então grande aflição como nunca houve desde o princípio do mundo até agora nem tampouco haverá jamais”. É este momento de aflições coletivas que estamos passando, onde a iniquidade tem atingido o auge, gerando desesperança pela própria dor, e indiferença pela dor do próximo em muitas pessoas.
Todavia, é fundamental que estejamos atentos ao processo de transição, pois é um momento crucial em nossas vidas, e evitemos a desesperança e a indiferença. Jesus mesmo prediz isso – “E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará”.
Todos nós que estamos vivendo este momento somos convidados a buscar o Reino de Deus e a Sua Justiça, como nos ensina Jesus, de modo que cada um desenvolva o amor a si mesmo e ao próximo como a si mesmo, fazendo aos outros o que gostaria que fizesse a si.
Como a Terra deixará de ser planeta de expiações e provas, onde o mal predomina, aqueles que não estiverem dispostos a praticar o Amor e o Bem serão exilados em outro planeta, pois caso continuem a viver na Terra, devido à prática contumaz do mal e a capacidade tecnológica alcançada atualmente no planeta, essas pessoas, ainda voltadas ao mal, destruiriam o próprio planeta, fato também previsto por Jesus – “E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas, por causa dos escolhidos, serão abreviados aqueles dias”.
Portanto, este momento de transição é muito importante para todos aqueles que desejam permanecer nos próximos milênios na Terra regenerada, onde não é o planeta que terá fim, e sim o mal.
A Terra, planeta de regeneração, comparada com o que ela é hoje se transformará em um verdadeiro paraíso, no qual todo avanço científico e tecnológico será utilizado exclusivamente para o Bem, fazendo com que as doenças, a miséria material e ainiqüidade desapareçam do planeta, pois a miséria moral terá fim.
É fundamental, conforme orienta Jesus, que perseveremos na prática do Amor e do Bem para que possamos continuar a viver neste planeta.

Por: Alírio de Cerqueira Filho, coordenador de Estudos e Doutrina da Federação Espírita de Mato Grosso.

domingo, 6 de novembro de 2011

Problemas, quem não os tem?


Eles fazem parte da vida e provocam o crescimento interior. São testes iniciáticos para o desenvolvimento da alma e podem ser superados.  Para cada problema existe uma ou mais soluções. As respostas devem ser procuradas de todas as formas.
Para atingir a mestria na ciência da vida o homem deve agir como um cientista: Experimentar, experimentar e experimentar. Passar pela agonia dos erros e enganos procurando até encontrar a luz do entendimento, a solução.
Cada vez que ultrapassa um teste, a alma sobe um degrau na escala evolutiva. Em seguida vem outro e outro e outro teste, para a expansão da consciência. Os indivíduos precisam aprender a encarar seus problemas como desafios e aceitá-los corajosamente, com a alegria da vitória que pode ser atingida.
Não existem problemas, mas sim, testes. Quem pensa que pode passar a vida sem problemas esta completamente enganado, o grande problema está em pensar que problemas não são bem vindos e que eles só vem para atrapalhar.

MÉTODO PARA ENCONTRAR A SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS

A mente do homem é como um computador que obedece na integra a programação feita, assim jamais devemos afirmar nada que não queremos que aconteça. Isto só da mais poder aos problemas fazendo-os crescer e parecerem intransponíveis.
O homem deve introduzir em sua mente todas as informações relacionadas ao problema. A isto chamamos processo indutivo.
Induzir a mente a encontrar a solução ideal, dando a ela elementos variados. Em outras palavras, jogar dentro do computador mental muitas e diferentes informações, para que a inteligência superior possa deduzir a resposta correta.

COMO FUNCIONA ESTE MÉTODO:

Processo indutivo: 

- Assuma uma atitude fria e analítica diante do problema.
- Desvincule-se de toda a magoa, rancor, decepção, medo, desanimo, etc...
- Diga ao seu EU Superior que atua em sua mente:
- Eu estou com um problema (descreva-o com detalhes) e quero que me ajude a encontrar a solução ideal.
- Fale da mesma forma que o faria se estivesse entregando uma tarefa a um engenheiro de computação de sua empresa, descrevendo tudo o que sabe sobre o problema/ meta/ projeto.
- Diga: "Vejo as seguintes possibilidades:" Descreva aqui as soluções que estão ao seu alcance, mesmo que pareçam fracas ou inadequadas.
- Procure ouvir a opinião de todos os envolvidos e saber como agiriam diante de tal situação.

- É bom procurar ouvir profissionais ligados à área do problema.
- Peça uma resposta à Deus e abra a Bíblia. Reflita sobre o trecho onde seus olhos caírem.
- Jogue todas estas informações para dentro do seu computador mental e espere que ele selecione a melhor ou mesmo aumente a lista.
- Pacientemente aguarde o tempo necessário para que seu computador mental processe tudo. Durma tranqüilo.
- Quando a preocupação assaltar sua mente, afirme com segurança:


- EU VOU ENCONTRAR A SOLUÇÃO IDEAL!
- DEUS VAI ME AJUDAR!
- EU CONSIGO, EU POSSO!
- TUDO SERÁ RESOLVIDO EM TEMPO!

- A sua mente superior devolverá o processo dedutivo à sua consciência. Fique atento à sua intuição. Manter a serenidade é a chave mestra para ultrapassar o problema.
- O segredo é pensar na solução e não no problema.
- Quando pensamos no problema nós o fortalecemos. Ao buscarmos a solução incessantemente, ativamos a mente superior para nos trazer a resposta certa.
Confie seus problemas ao seu Eu Superior e fique tranqüilo;
Você colherá os resultados de sua fé
.



Fonte: www.acasadoaprendiz.com.br